Typography – Tipografia – Tipográfia – Typographie – Typografie – Typografi – Τυπογραφία

Archivio del tag ‘brasiliana’

Caderno de Tipografia 9 – Junho de 2008

questo post è ancora senza commenti! - lascia il tuo, grazie

Ele saiu a nova edição da revista digital português “Caderno de Tipografia” que incidem sobre temas relacionados com a Tipografia, o typeface design, o design gráfico, a análise social e cultural dos fenómenos relacionados com a edição, publicação e reprodução de textos e imagens.
O tema central do Caderno de Tipografia 9 é o Typeface Design.
Os artigos desta edição são: Toca a fontstructar!; Capsa. Nem Génesis, nem Eureka!; Aldus Manutius e a Imprensa Aldina; A fonte Arati, revivalismo de uma romana de Aldus Manutius; Cada palavra é uma flor – Nü Shu, a escrita das mulheres; «Tipografia elementar» de Iwan Tschichold

Os «Cadernos», publicados em português, e ocasionalmente e parcialmente também em castelhano, galego ou catalão, dirigem os seus temas ao mundo lusófono e hispânico, concretamente a leitores em Portugal, Espanha, Brasil e América Latina.

A distribuição é feita grátis, por divulgação da versão PDF posta à disposição do público interessado em: Tipografos.

Texto em italiano

Palestra tipografica de Claudio Rocha a IED de Milão (2)

con 2 commenti - leggili e lascia anche il tuo, grazie

Foi realizada ontem à noite no IED em Milão, a emocionante conferência de Claudio Rocha, type designer brasileiro que vive agora em Itália. O tema foi sobre tipografia brasileira contada através de “Tupigrafia” revista de tipografia do Brasil (já mencionado em posts anteriores), onde vê-lo co-editor com Tony de Marco.

Um importante panorama que começa a partir de letristas da rua para chegar a se estudo expressivo, tudo dito visualmente por Claudio.

É triste notar a ausência da maioria dos meus alunos é o IED, é a Politécnico de Milão, que me avisou na conferência desta manhã. Uma oportunidade perdida de melhorar a sua cultura.

Type urbano: Porto Alegre – Brasil

con solo un commento - leggilo e lascia anche il tuo, grazie

Palestra tipografica de Claudio Rocha a IED de Milão (1)

questo post è ancora senza commenti! - lascia il tuo, grazie

Em 13 de maio 2008 às 18h30, no Instituto Europeu de Design, em Milão, via Sciesa 4 está a planear uma conferência de type designer brasileiros Claudio Rocha, intitulada “Experiências tipograficas do Brasil e revista Tupigrafia”.
Claudio Rocha, nascido em 1957 no Brasil, é um designer gráfico, editor, com Tony de Marco de primeira revista dedicada à tipografia e caligrafia brasileira “Tupigrafia” (già citada em meu post de fevereiro) http://www.tupigrafia.com.br, professor, tipógrafo.
Delegado para o Brasil dell’ATypI, Association Internationale Typographique criou duas fontes: ITC Gema e ITC Underscript distribuído pela ITC – International Typeface Corporation no site da Linotype.

Texto em italiano

Tipografia popular brazileira

con 7 commenti - leggili e lascia anche il tuo, grazie

Tupigrafia: a rivista brasileira da tipografia

con 7 commenti - leggili e lascia anche il tuo, grazie
Tupigrafia 1 - Meirelles: un cacciatore di lettere
Tupigrafia 1 – Meirelles: un cacciatore di lettere

A revista Tupigrafia se dedica a mostrar a produção nacional do design tipográfico brasileiro e suas manifestações no design gráfico e na cultura em geral.

Tupigrafica 6 - Pagine che trattano il type design italiano basandosi sui lavori presenti in Italic 1.0
Tupigrafia 6 – Pagine che trattano il type design italiano basandosi sui lavori presenti in Italic 1.0

Também se propõe a trazer para os seus leitores as informações ligadas ao cenário internacional. Outra área de interesse é a produção de arte caligráfica, no Brasil e no exterior.

O design gráfico dá forma ao conteúdo editorial. Nesse sentido, ordena e qualifica obras que mostram a produção cultural de uma nação. Precisamos estabelecer rapidamente um parâmetro para a produção editorial e gráfica brasileira, mostrando e analisando trabalhos de artistas brasileiros. A comparação com a produção internacional também ajuda a formar um juízo crítico. O uso adequado dos recursos tipográficos é indispensável para garantir a expressividade de peças gráficas e levar o leitor à correta identificação e assimilação do conteúdo de uma obra editorial.

O designer, visto aqui como um produtor cultural, não é completo se não desenvolver ou aprofundar o seu conhecimento tipográfico. A computação gráfica capacitou o designer a produzir e interferir no design das páginas impressas com maior liberdade. É necessário garantir a qualidade de sua formação para que esteja capacitado a traduzir visualmente a cultura de nosso país.

Antes da computação gráfica, o bloco de texto estava condicionado e acabava por condicionar o designer-usuário a uma relação mecânica com mínimas possibilidades de interferência. Os designers deixaram de ser meros usuários da tipografia. Passaram a se apropriar livremente desse código. A página digitalizada não mais se apresenta de forma estática, mas como algo vivo, com novos e inúmeros recursos. Esse, portanto, é o novo cenário com as mais diferentes concepções e tendências, evidenciando a força desse mercado e o reconhecimento da tipografia como recurso imprescindível na linguagem gráfica.

O design tipográfico traz um repertório amplo, uma dimensão estética poderosa e expressiva, além de sua função primordial como veículo do conteúdo. Interessa não só àqueles envolvidos com o processo gráfico e editorial mas também ao leitor comum, sensível aos recursos visuais que valorizam e organizam uma página de livro, um cartaz ou uma placa de sinalização.

http://www.tupigrafia.com.br

Tupigrafia 7 - Font: ITC Roswell, di Jim Parkinson, 1998 e Electra, di William Dwiggins, 1935
Tupigrafia 7 – Font: ITC Roswell, di Jim Parkinson, 1998 e Electra, di William Dwiggins, 1935

Texto em italiano