Typography – Tipografia – Tipográfia – Typographie – Typografie – Typografi – Τυπογραφία

Archivio del tag ‘Seminario’

Uma lição em tipografia em Roma

questo post è ancora senza commenti! - lascia il tuo, grazie


Em 14 de dezembro, em evento Design+ patrocinado pela Sezione Arti, Design e Nuove Tecnologie de Dipartimento ITACA de Universidade Sapienza em Roma, realizou um seminário organizado pela Giò Fuga, designer gráfico especializado em design de tipos (letras).
Adaptado a partir da Web Sapienza
Há artes e ofícios que têm uma relação de contiguidade com o webdesign. Qualquer um que representa uma espécie de ascendência nobre. Uma profissão que tem suas raízes na Rinascimento italiano. É o tipo de projeto, o designer de fontes para a publicação e divulgação de textos impressos.
Giò Fuga falou hoje na frente de centenas de estudantes e jovens profissionais, apresentando Tipoitalia, a primeira revista de o estilo italiano de tipografia, que se concentra e desenvolve os temas de nossa tipografia e gráficos relacionados a ele.
Na segunda parte da reunião, Giò Fuga explicou a importância das letras e texto na comunicação visual e tem refez os passos “operacionais” para projetar um tipo de letra (Font deriva do francês e se recusou a ser do sexo feminino).
Para projetar uma fonte deve sempre começar a partir de esboços, planos no papel: o computador não é uma ferramenta de design, mas para ser executado.
Depois de ter desenhado a fonte (ou para um projeto editorial – mais complicado porque, para a leitura – seja para um projeto de lettering vista de uma empresa ou instituição), você pode ir para o tornar real usando o software para o propósito.
O relator também falou de seus planos (GFT Lespresso Sans o tipo de letra “para titulações do semanário Espresso e fontes personalizadas sobre a casa japonesa Yamaha Motor).
Ele descreveu um sombrio em bastante atenção e nível de conhecimento desta arte na Itália: em outros países é respeitado e bem conhecido aqui – design casa – nenhum valor para o papel e as funções do designer tipo.
A falta de atenção às questões de legibilidade do texto tem um impacto directo sobre a eficácia – por exemplo – os sinais e indicações, com direto e, muitas vezes dramáticas.
Não falta a referência à Web: uma chamada para não usar Arial (muito melhor do que Verdana), lembrou que esses personagens nasceram para a tela: para não usá-los para as páginas de papel.
O convite dos curadores do seminário para os seus alunos é a de considerar que estamos rodeados de texto. Mesmo que não queira buscar essa profissão é importante saber aplicar os conhecimentos adquiridos em nossos trabalhos e projetos. O convite – que se aplica a todos e de tudo é ter curiosidade sobre as coisas que nos cercam, uma característica essencial para ser um bom designer.

(Postado por Blog fcarnera Universidade La Sapienza – Roma)

Texto em italiano

Giò Fuga apresenta “TipoItalia” em Roma d+

con solo un commento - leggilo e lascia anche il tuo, grazie

Segunda-feira, 14 de dezembro à tarde, em Roma no âmbito de Roma Design più, o evento internacional que apoia e promove a cultura do design e abre-se à comparação entre os cenários internacional. Patrocinado pela Universidade “La Sapienza” de Roma Secção Artes, Design e Novas Tecnologias Departamento ITACA – é feito em cooperação com a província de Roma Departamento de Atividades Produtivas e da Câmara de Comércio de Roma, haverá duas contribuições de Giangiorgio Fuga: a apresentação da revista Tipoitalia e uma conferência de design tipografico.
Tipoitalia é a primeira revista do estilo italiano da tipografia, que se concentra e desenvolve os temas de nossa tipografia e gráficos relacionados a ele. Os temas abordados vão desde o caráter clássico para a produção do designer do tipo contemporâneo. Além de artigos sobre a história da escrita, caligrafia, letras e história da fundição, a revista apresenta muitos puramente “visual” que evocam o poder da tipografia como uma imagem.
Na sequência será realizado o seminário “Do esboço para digitalizar, como vem uma fonte?” no qual se propõe uma rota a partir do desenho à mão dos “glifos” a digitalização, com suas ferramentas do trabalho e através da apresentação de casos concretos. Ele também irá analisar os diferentes tipos de fontes com as suas características específicas: para publicar, vídeo e multimédia, sinalética.
A fim da conferência será elaborado um “árvore tipografico de Natal”. Quem quiser participar terá fotografias dos banners acima e outros elementos tipográficos no contexto urbano.
Esses materiais serão utilizados durante o workshop sob a supervisão de Giò Fuga.

Segunda-feira 14 dezembro 2009
Ex GIL | Largo Ascianghi 5, Roma – Italia
Sala conferenze Moretti
h 15 | 18

A cura di Mario Fois e Mario Rullo e dell’AIAP

Texto em italiano