Typography – Tipografia – Tipográfia – Typographie – Typografie – Typografi – Τυπογραφία

Archivio del tag ‘sign’

Peccato, non siamo in Olanda!

con 2 commenti - leggili e lascia anche il tuo, grazie

Como parte da nova identidade de marca do governo holandês, Peter Verheul projetado um tipo institucionais chamado «Rijksoverheid Sans & Serif» para todas as formas de comunicação visual. Este é o resultado de um novo modo em que o governo holandês quer posicionar-se na sociedade. Atualmente, existem mais de 200 departamentos e ministérios, que utilizam diferentes tipos de logos e identidade da marca, incluindo um projetado pelo Studio Dumbar, que havia vencido a competição realizada no final de 2007.

Apenas Studio Dumbar pediu no início de 2008, ao Peter Verheul uma nova fonte para coincidir com a imagem corporativa a partir de sua fonte governamental “Versa” e transformá-lo em caracteres que você pode usar um público maior. Ele mudou a cara da versão de «Versa Serif» e criou uma nova série de letras para versão Sans. As fontes foram chamadas de «Rijksoverheid Serif» e «Rijksoverheid Sans» e será utilizado em todos os aspectos do governo de comunicação visual. O «Rijksoverheid Sans» será usado principalmente para títulos e texto nos sinais ou sistemas de “wayfinding”. O «Rijksoverheid Serif» irá ser usado como uma fonte para o texto a ser lido. Em menos de nove meses Peter Verheul foi capaz de finalizar e liberar a fonte, em quatro diferentes variantes (Regular, Itálico, Bold e Bold itálico).

Durante o tempo da criação Peter Verheul não teve muito tempo para tirar fotos da situação de progresso dos trabalhos (como disse em seu discurso de introdução), mas manteve um caderno cheio de desenhos e anotações sobre a criação e concepção de letras. Depois de completar a digitalização BBijzondere Collecties, doados a uma importante coleção de trabalho gráfico holandês, tipografia, artistas, o livro, as primeiras impressões e tudo está ligado à criação do tipo de letra ««Rijksoverheid».

Toda a história do nascimento e por isso a criação de letras Rijksoverheid ser encontrado no bom livro «Letterrijk», escrita por Mathieu Lommen, e publicado pela editora De Buitenkant.

Mais informações podem ser encontradas em site Designworkplan, e para compra do livro «Letterrijk» eu recomendo um dos muitos livreiros holandeses AB (€15 + €4 di taxas de envio).

Texto em italiano

Um vídeo sobre a “Tipografia em Belém” de Fernanda Martins

con 3 commenti - leggili e lascia anche il tuo, grazie

Veja um vídeo muito interessante sobre o estudo da “Tipografia em Belém”, elaborado por Fernanda Martins, designer gráfica e tipográfica brasileira, diretora da ADG Brasil – Associação dos Designers Gráficos do Brasil, e também associada da ATypI. Ela deixou São Paulo, para viver em Belém do Pará, na Amazônia.
Este tipo de tipografia, que pode ser melhor definida como inscrições (lettering), está presente em todos os Estados do Brasil. Ela mostra exemplos de“pichação paraense” e tamben de “tipografia Popular”, com trabalhos de letristas de rua (como já citei em um post anterior). No final, ela mostra imagens da oficina de desenho tipográfico, que se utilizou dessa pesquisa sobra a tipografia em Belém.

Você pode ver o blog de Fernanda Martins para conhecer outros aspectos da tipografia brasileira.

Texto em italiano