Typography – Tipografia – Tipográfia – Typographie – Typografie – Typografi – Τυπογραφία

Archivio del tag ‘stampare’

(Italiano) Stampare con Adana | workshop tipografico 10 – 11 – 12 giugno 2011 nella verde provincia veronese

questo post è ancora senza commenti! - lascia il tuo, grazie

Scritto da Giò

maio 22nd, 2011 at 9:54

Em Lodi, um “Museu da imprensa” para descobrir

con 3 commenti - leggili e lascia anche il tuo, grazie

Noções básicas de impressão com tipos móveis com Paolo Lazzarelli em Arezzo

con 3 commenti - leggili e lascia anche il tuo, grazie

Caderno de Tipografia e Design Nr. 13 – Dezembre 2008

questo post è ancora senza commenti! - lascia il tuo, grazie

Após um mês de suspensão de volta os «Cadernos de Tipografia» que incidem sobre temas relacionados com a Tipografia, o typeface design, o design gráfico, a análise social e cultural dos fenómenos relacionados com a edição, publicação e reprodução de textos e imagens.

Os «Cadernos», publicados em português, e ocasionalmente e parcialmente também em castelhano, galego ou catalão, dirigem os seus temas ao mundo lusófono e hispânico, concretamente a leitores em Portugal, Espanha, Brasil e América Latina.

A distribuição é feita grátis, por divulgação da versão PDF posta à disposição do público interessado em

Tipografos.


Temas: Actual; A origem do ñ/Ñ, o uso do til; A letra gótica em pedra; Cataldo Sículo, introdutor do Latim humanista no reino manuelino; A invulgar história de Valentim Fernandes, o tipógrafo morávo que foi pago em especiarias por imprimir as leis de um rei venturoso; O Manuscrito de Valentim Fernandes; Manuel I, editor e bibliófilo; Apontamentos para a Prototipografia em Espanha (1); Diferenciando os tipos metálicos, catalogando os incunábulos; A importância da Gótica Rotunda; Digitalização de Góticas Rotundas.

Texto em italiano

Caderno de Tipografia e Design Nr. 8 – Majo 2008

questo post è ancora senza commenti! - lascia il tuo, grazie

Tamben este mês foi lançado os «Cadernos de Tipografia» que incidem sobre temas relacionados com a Tipografia, o typeface design, o design gráfico, a análise social e cultural dos fenómenos relacionados com a edição, publicação e reprodução de textos e imagens.

Os «Cadernos», publicados em português, e ocasionalmente e parcialmente também em castelhano, galego ou catalão, dirigem os seus temas ao mundo lusófono e hispânico, concretamente a leitores em Portugal, Espanha, Brasil e América Latina.

A distribuição é feita grátis, por divulgação da versão PDF posta à disposição do público interessado em

Tipografos.


Temas é o «Acordo Ortográfico»:Náufragos na Ilha Tipográfica; Assembléia da República debate a 15 de Maio o «Acordo Ortográfico»; Escritores: «Acordo é dispensável»; Os conteúdos do Acordo Ortográfico e o peculiar modo da sua aprovação; A Reforma da Reforma do Alemão; Manifesto em Defesa da Língua Portuguesa contra o Acordo Ortográfico; «Eis por que o crioulo deverá merecer a nossa simpatia» (1959); Relembrando outro Acordo Ortográfico; The Making of Personal Views; Design beyond Commodification

Texto em italiano

Letras anárquista

con 2 commenti - leggili e lascia anche il tuo, grazie

Publicada no número “0” de revista de imagens fotográficas “ALTERAZIONI” (Alterações), editada em 1988 do Instituto Europeo di Design de Milão por Mario Cresci, esta investigação deu, por parte do autor, no projecto novos alfabetos nesta década.
A intenção desta procura era experimentar novas metodologias por “desenhar” carácteres, fora do canhão do projecto iinhérents ao Type Design tradicional.
O resultado de tal experiência deu luz de um carácter, designado GFT-Graffio88, que seppur com alguma letra desproporcionado ou pouco feliz em desenho, o seu conjunto forma um alfabeto muito interessante apresentando formas novas.
Um alfabeto ladrilho meramente induz das sequências déesses gestos e você tratamentos percorridos como era um grande lettering anárquico onde o leggibilità é termina présupposé della procura.
As letras tiradas contesto inicial e insiro ele lá à uma sequência encomendada em refléchir sobre o estatuto da arte, na qual reencontra-se os tempos primeiros graffitis que erano os protótipos da comunicação humana e por conseguinte mesmo eles linguagem visual.

I graffi casuali su uno spezzone di pellicola fotografica “nera”
Arranhões em um pedaço aleatório de filme fotográfico “preto”

A técnica eo método
O procedimento empregado é a gravura pela ponta metálica, que pode ser muito comum agulha ou um “sgarzino”, sobre a geada da película fotográfica.
Uma espécie de ponta seco calcográfica em que, em vez de um lastrina de cobre ou zinco, é empregado suporta plástico de dimensões muito reduzidas.
Se quer-se obter marca mais marcado e mais irregular, é necessário banhar a geada através de uma varinha ouaté e seguidamente trabalhar sobre suporto, com a ponta metálica, fazendo atenção porque a geada, anteriormente banhada, é facilmente extirpable.
Secado ultimamente a película pode-se limpar os traços pesados com uma outra varinha ouaté esta vez seca. Temos por conseguinte novos positivos ou negativos de acordo com emprego que queremos fazer: projectar-o como diapositivo ou empregar-o para imprimir o papel fotográfico.

Após ter pesado fortuitamente sobre a geada sinais à ponta seco com muito comum agulha, foi feito uma primeira ampliação fotográfica que é servida à determinação de figuras identificáveis e que assemelham-se, mais possível, das letras maiúsculas e minúsculas de forma a obter um alfabeto.

La scelta dei “segni alfabetici”
A escolha de “sinais alfabéticos”

As ampliações destes sinais representam sempre uma surpresa quanto à luz, detalhes gráficos que, ao momento da gravura não são absoluement previsíveis, parecem como mim encanta.

A mesma técnica pode ser utilizada mesmo para criar novos marcas, pintogramas ou simplesmente figuras abstractos.

Todas as letras encontraram são proseguidas, sempre para meios do magnifier fotográfico, ao cálculo dos fatores do engrandecemento, tendo em conta de hastes ascendentes e descendentes das letras para obter um então uniformidade do corpo do caracter.
É proseguido finalmente ao cada a impresa final da letra única isolando algum a forma de outros sinais, e com bons varredor importado em um computador para vectorialição e o digitalição final.

Em todo o caso você tentou também tentar outras letras do primeiro ampliação ou do mais melhor que você o repete também esta busca que faz dos sinais acidentais com a técnica ilustrada aqui, encontrando então seu alfabeto.


Este alfabeto fêz exame do nome de GFT-Graffio88, e deste primeiro é na fase do digitalição um sua versão script, chamado GFT-Graffio98, com espessors homogenous e correções pequenas no projeto das letras sucedeu originalmente mais menos.